Caves

Terminada a vindima, lavados os cestos, fechadas as adegas, o frio vem ocupar o lugar do agradável e quente Outono. É nas caves da Real Companhia Velha, em Vila Nova de Gaia, que o jovem Vinho do Porto inicia o seu estagio, ganhando em estrutura e complexidade.

Nas seculares caves da Real Companhia Velha e no silêncio dos seus armazéns, o Vinho do Porto repousa em cascos de madeira nobre - um trabalho executado por hábeis tanoeiros que têm servido a Companhia ao longo de muitas gerações.

Adormecidos num ambiente único os tuneis, pipas e balseiros de Vinhos do Porto ficam como que perdidos no tempo... 10... 20... 30 anos... que importa ! ... O tempo necessário para que cada vinho atinja o seu ponto exato de maturação.

A próximidade marítima confere-lhe condições climáticas naturais que são determinantes no processo de envelhecimento do Vinho do Porto, carcterizado pela evolução da cor e do aveludar do paladar e que consiste num processo de "oxidação" natural - uma misteriosa forma de "respiração" através dos poros da madeira.  

Real Companhia Velha 2014 design & development: LK Comunicação | PublicDomain